Portões de Segurança para cães: O perigo onde você não imagina!


Nossos animais de estimação são como crianças.
Curiosos, inquietos e atentos.

Por isso buscamos todos os recursos possíveis para mantê-los em segurança de acidentes domésticos.

Telamos as janelas para os gatos não fugirem, não temos plantas tóxicas, todo o cuidado com o lixo, objetos perigosos, linhas ou cordões que possam ser engolidos...

Sempre buscando segurança para nossos "filhos peludos" as vezes acabamos caindo em alguma perigosa cilada!

Essa semana aconteceu na minha casa um terrível acidente com um item que em tese, deveria dar segurança aos meus animais.

Temos um portão de segurança, desses de pressão, que ficam nos batentes das portas, para evitar que nossas duas cachorrinhas que vivem dentro de casa transitem por locais perigosos. No caso, esse portão limita o acesso de ambas a porta da que sai para a frente da casa, onde vivem duas cadelas grandes e nada simpáticas com outros animais.

Esse portão tinha a finalidade de impedir que elas, num momento de descuido, escapassem para o quintal e pudessem ser feridas pelas cachorras grandes.

Quarta a noite, nos ausentamos de casa por 3 horas.
Quando entrei encontrei uma das piores cenas que já vi em relação a animais.

Uma das minhas cachorras, tentou "pular" o portão e uma de suas patas traseiras ficou presa nas barras, o corpo caiu para o lado oposto, deixando nossa menina pendurada, de cabeça para baixo.

A dor na perna deve ter sido tão terrível, que numa tentativa desesperada de se livrar, ela se debateu tanto que quebrou 4 dentes. Mordeu a língua em diversos locais, feriu bastante a cabeça.

Eu não sei se ela ficou deste jeito por 3 horas ou por 10 minutos.
Prefiro pensar, pelo sangue encontrado no chão, portão e parede não estar seco, que foi pouco tempo.

Tiramos ela da melhor maneira possível e corri para o veterinário, onde foi medicada para dor e retirados mais 2 dentes que ficaram pendurados.

Hoje, dois dias depois ela ainda caminha com dificuldade.
Está recebendo todo o amparo e tratamento, não foi diagnosticada nenhuma fratura nos raios-x, ainda bem.

Nenhuma das duas nunca fez menção de pular o portão.
Nunca.

São cachorras pequenas, de 10 kg no máximo. Nunca me preocupei com essa possibilidade e pensei estar agindo de maneira a assegurar o bem estar delas.
Grande engano.

ATENÇÃO - Esses portões NÃO SÃO seguros. Todo cuidado é pouco.

Fernanda Garcia
Diretora Operacional
Sindicato dos Bichos

Fonte: http://sindicatodosbichos.blogspot.com
Enviado por Lauro Fujihara

   fechar  
E-book: Veterinários no divã ©copyright ©2008 Veterinários no Divã - Todos os direitos reservados